culinária

Como fazer Saladas Nutritivas e apaixonantes com a arte de Garde manger

22 de junho, 2017

Se você assim como eu também adora inovar EM TUDO (até mesmo na cozinha) vai adorar tudo que vou contar. Salada não é só alface com tomate é inovação e criatividade. Que ta ai descobrir os segredos de uma salada maravilhosa e ainda por cima se apaixonar por essa arte?

Garde Manger  originalmente era usado para nominar a despensa onde se guardava a comida, como a falta da refrigeração eram aplicadas técnicas para preservar os alimentos e com o tempo acabou se tornando a  área profissional da cozinha que se prepara os pratos frios como saladas, molhos, aperitivos, patês, sanduiches, hors-d’ oeuvres e decorações.

 Essa área é cheia de particularidades, mas se você quiser arrasar precisa caprichar na decoração dos pratos valorizando as cores, texturas e aproveitando a riqueza dos ingredientes sem escondê-los.

A comida fria não foca no aroma e sim em chamar a atenção e é isso que a torna rica em técnicas e conceitos importantes para um bom prato. Nesses pratos sabor e apresentação devem ter uma relação de cumplicidade.

Além de que é preciso que você se atente:

    -   Na aparência, ela é fundamental para ter uma boa primeira impressão;

    -   Evitar decorar demais quando a própria comida já diz tudo;

    -   As cores devem ser suaves compatíveis e naturais;

    -   Preferir sempre porções pequenas;

    -   A decoração tem como finalidade apenas realçar o prato e não ser o foco principal (tem que ser bonito e gostoso viu?)

 

Outras dicas importantes:

    -   Escolher bons ingredientes. Isso é fundamental, já que tudo é frio e natural.

    -   Abusar dos itens em suas épocas e estações, pois são nessas épocas que são ideais para o consumo, o alimento está em abundância e o preço é menor;

    -   Procure saber a origem do produto e como são armazenados;

    -   Na hora de armazenar os produtos secos, armazenar em caixas plásticas organizadas em locais frescos e secos; e os produtos frescos devem ser armazenados na geladeira.

 

Tecnicamente as saladas são classificadas como: prato frio composto de um ou mais ingredientes, ligados ou não por um molho.

É importante ressaltar que os ingredientes não precisam necessariamente estar crus e os molhos podem ser quentes também!

 

Detalhes importantes:

Folhas

Essa é a melhor parte para os criativos de plantão! A variedade é muito grande e é possível fazer ótimas combinações junto com molhos.

Os principais tipos de folhas no Brasil são as alfaces que podem ser lisa, crespa, roxa, mimosa, americana e romana, acelga, repolho e repolho roxo que são classificadas como folhas suaves. As chicórias (endívias, radicchio, escarola, chicória, chicória frisèe) e a rúcula são folhas amargas, agrião e mostarda são folhas picantes. Entre várias outras...

 

Na limpeza...

Após a compra é preciso que lave e higienize em agua com cloro (bem pouco e seguindo as instruções do produto), secá-las e armazenar adequadamente sobre refrigeração.

 

Como posso servir minhas saladas?

As saladas podem ser servidas como entrada, acompanhamento ou prato principal.

 

 

É de se considerar os seguintes fatores... 

Se for acompanhar mais de um prato:

É recomendado: Salada básica com um molho básico;

Se for complementar uma produção como um grelhado ou uma fritura:

É recomendado: que a salada agregue  sabor, textura e nutrientes;

Se for servir de entrada:

Deve ser leve, pequena e muito saborosa não precisa combinar com o prato principal e nem repetir ingredientes do mesmo.

Se for prato principal:

Deve ser rica, servida em porção maior e ter incluído na composição se possível, proteína carboidrato e vegetais.

Se for servida no final da refeição:

Deve ser apenas de folhas

Como qualquer outro tipo de prato uma boa salada deve ter ingredientes de boa qualidade e com uma produção equilibrada. Tenha cuidado com a aparência e preparo, pois são pontos primordiais e na hora de montar sua salada tente visualizar o resultado considerando as cores, montagem e formato e se tem ou não elementos de decoração. É importante que a salada tenha harmonia e pareça gostosa sem excesso de manipulação, ela não deve parecer mexida demais e nem muito arrumada.

Há várias possibilidades de combinações que podemos usar para deixa-las mais interessantes e você também pode adicionar às saladas queijos, grãos e cereais, carnes frias desfiadas, defumados, embutidos, frutas secas e frescas, flores comestíveis, ervas, marinados/conservas, pães, massas e sementes.

Enfim, salada é criatividade e após toda essa gama de informações se sinta inspirado para fazer saladas mais maravilhosas do que imagina!

Todas as informações, inclusive a receita foram retiradas e inspiradas do livro: 400g técnicas de cozinha. De Betty Kovesi, Carlos Siffe.

Muito obrigada por ler até aqui, continue nos acompanhando pelas redes sociais e não se esqueça de dizer o que achou do post nos comentários e claro, nos diga também quais ingredientes usa mais na sua salada.

Beijos grandes e até a próxima!

 

 



Nathália Santos

Olá, [email protected] ao meu blog! Eu sou a Nathália Santos, criadora do Vida Fascinante. Aqui você encontrará diversas resenhas de variados itens aprovados por mim, além de dicas de organização e planejamento. Em alguns dias eu também invento na cozinha e posto minhas receitas, outros dias falo sobre entretenimento. Espero que você se divirta! ❤


Comentários

Nathália Santos

Olá, [email protected] ao meu blog! Eu sou a Nathália Santos, criadora do Vida Fascinante. Aqui você encontrará diversas resenhas de variados itens aprovados por mim, além de dicas de organização e planejamento. Em alguns dias eu também invento na cozinha e posto minhas receitas, outros dias falo sobre entretenimento. Espero que você se divirta! ❤

Facebook

Anuncios

Siga nos no Instagram